Perdido

By | 05:41 Leave a Comment
Meia noite ou qualquer outra hora

Ele não escolhe quanto aparecer

Tudo tenso desespero não consigo ver

Pego um cigarro, mas jogo fora

As mãos trêmulas eu nunca fumei

Cenas de horror, pessoas trucidadas

Peguei o cigarro dei uma tragada

O que esta acontecendo eu não sei

Andei um pouco aquela sensação de calor

Respirei fundo com dificuldade e dor

Que lugar é esse onde estou

Tentei acordar não consegui

O mais sensato é fugir daqui

Nada é real como na terra

Não é diferente do que te espera

Passagem só de ida

Não é o paraíso nem a terra dos suícidas.

Autor: Gilvan
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário