Gregório de Matos

By | 16:54 Leave a Comment
Gregório de Matos, é de Salvador, nascido em 7 de abril de 1623, passou  a vida escrevendo poemas controversos ao governo e a igreja, um homen a frente de seu tempo, que não poupava ninguém  e por ter a língua afiada recebeu o apelido de boca do inferno. Foi expulso  da Bahia  e acabou morrendo em Recife em 26 de novembro de 1696, ele era tão subversivo que minutos antes de morrer ele pediu que dois padres viessem a sua casa e que se postassem um de seu lado esquerdo e outro do direito e representando a si mesmo como Jesus Cristo, disse: _ “estar morrendo entre dois ladrões, tal como Cristo ao ser crucificado".
 
 Gregório de Matos
 












Descrevo que era Realmente Naquele Tempo a Cidade da Bahia


A cada canto um grande conselheiro,
que nos quer governar cabana, e vinha,
não sabem governar sua cozinha,
e podem governar o mundo inteiro.

Em cada porta um freqüentado olheiro,
que a vida do vizinho, e da vizinha
pesquisa, escuta, espreita, e esquadrinha,
para a levar à Praça, e ao Terreiro.

Muitos mulatos desavergonhados,
trazidos pelos pés os homens nobres,
posta nas palmas toda a picardia.

Estupendas usuras nos mercados,
todos, os que não furtam, muito pobres,
e eis aqui a cidade da Bahia.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário