O Campeão

By | 13:07 Leave a Comment

Eu triste por não conseguir o que tanto desejo, nunca venci na vida, nunca estou a frente, sempre aquele maldito desejo de ser o primeiro. Os outros conseguem eu não que porcaria que grande farsa

sou, todos riem, não vejo saída.

Desejo de estar onde não pode se estar, vontade de não ver o próximo vencer, ele venceu eu não, que grande farsa sou eu, grandes salários, lindos carros, belas casas eles conseguem ter até perspectiva de vida, eu não.

Um dia me deparei com minha falta de sorte, meu azar incontrolável, perdi tudo na vida, afinal essa façanha não foi tão difícil de ser atingida, pois não tinha nada.

Quero ser o primeiro estar no pódio capitalismo selvagem, matar o inimigo, ser vencido por minha pessoa, é essa agonia sem fim.

Descobri que não devo pensar assim, pois eu sou um campeão a cada dia, é só acordar, e perceber que está vivo, que uma criança lhe sorriu, que sou livre dentro dos limites da sociedade para fazer o que bem entendo.

Pessoas pressas em cadeiras de rodas, cegos, surdos, mudos, etc, esses encontram milhares de motivos para andarem desmotivados, mas eu e muita gente que vejo por ai não precisam se lamentar tanto.




Gilvan

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário