Lei e cultura

By | 04:21 Leave a Comment
Para conferir a liberdade provisória a três garotos, um juiz do (RN) fez algumas exigências, mas uma delas é um tanto estranha no Brasil, foi pedido aos rapazes que lessem

no mínimo dois livros a cada mês, começando por Guimarães Rosa e Graciliano Ramos.

Não deixa de ser uma boa idéia essa, pois ler nunca é demais, e pode ser que a partir daí

os rapazes peguem gosto por esse universo rico cheio de mistérios e aventuras que é a leitura,

é lendo que chegamos ao conhecimento, e o ser cheio de sabedoria, sabe dos seus direitos e deveres.

O livro é uma das maiores invenções da terra, e é de suma importância para a educação do homem, é através dos livros que conhecemos histórias de Marx a Hitler, de Gandhi a Júlio Cezar. No mundo de hoje temos muitas tecnologias que chegam perto de substituir, aquele que é o verdadeiro colecionador de poeiras e teias de aranha em algumas casas, mas passam longe de tomar o seu glamour.

Eu gostaria mesmo que os rapazes consigam ler os livros requisitados, e nas histórias trilhadas por eles vejam um futuro melhor para eles, que seja distante do mundo do crime.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário